Notícias do Sindimoc

Em Belo Horizonte, câmeras reduziram em 90% o número de arrastões

Curitiba, 27 de julho de 2017 | 17h01

Imprimir   Enviar por e-mail

Arrastões, fura-catracas, mulheres assediadas, brigas entre passageiros. Desde de 2013, tudo o que ocorre dentro dos ônibus urbanos é filmado 24 horas por dia em Belo Horizonte. A redução no número de assaltos e arrastões chegou a 90%. "Trabalhadores e usuários se sentem muito mais seguros", afirma o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (SetraBH).
 
São cerca de 14 mil câmeras, quatro em cada um dos veículos que circulam pela capital, instalados de modo a filmar de diferentes ângulos, cobrindo todo o interior do veículo e parte de seu exterior.
 
As imagens gravadas podem ser visualizadas a qualquer momento nas garagens das viações e no centro de controle operacional do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros (SetraBH). 
 
São 16 paineis e 54 monitores ligados a 18 estações de trabalho. É possível acompanhar em tempo real toda a movimentação dos coletivos nas ruas.
 
Além da instalação das câmeras, o Sistema In­­teligente para Ônibus (Sitbus) conta com aparelhos de GPS, computadores de bordo, rede de internet e botões de emergência.
Compartilhe esta notícia
   
 

Comente esta notícia

Nome

E-mail

Empresa

Digite o código ao lado

código captcha

Comentário (máximo 600 caracteres) | Restam: