Notícias do Sindimoc

Trabalhadores e usuários do transporte em Porto Alegre estão até 80% mais seguros

Curitiba, 27 de julho de 2017 | 17h31

Imprimir   Enviar por e-mail

Desde de 2015, a cidade de Porto Alegre possui um sistema de monitoramento nos veículos da frota. As câmeras foram instaladas progressivamente e, até o final de 2017, 100% dos 1700 ônibus estarão equipados. Na capital do Rio Grande do Sul, o número de arrastões diminuiu em até 80%. 
 
São quatro câmeras internas e seis nos veículos articulados, com visão noturna e alta definição. Elas registram imagens do interior dos coletivos a partir de pontos estratégicos: de cima do banco do motorista, entre o cobrador e a porta intermediária, nos fundos do veículo. e uma voltada para a parte externa, localizada sob o pára-brisa.
 
Segundo Sandro Abbade, presidente do Sindicato Dos Trabalhadores Em Empresas De Transporte de Porto Alegre, “motoristas, cobradores e passageiros notaram a diferença e se sentem mais protegidos”. 
Além do aumento da segurança, as câmeras facilitam o planejamento e a circulação de novos carros, além de identificar com maior amplitude os problemas nas paradas de ônibus e na sinalização.
 
A iniciativa veio da criação do grupo de trabalho Transporte Seguro, em conjunto com trabalhadores e Secretaria de Segurança, com o objetivo de trocar informações e planejar ações acerca da segurança no transporte coletivo de forma colaborativa.
 
Segundo Abbade, “o monitoramento é feito pelo Centro Integrado de Comando (CEIC), que leva profissionais de mais de 20 segmentos da segurança da cidade”. Todas as ocorrências gravadas são encaminhadas à polícia com mais agilidade e anexadas aos boletins de ocorrência com maior praticidade.
Compartilhe esta notícia
   
 

Comente esta notícia

Nome

E-mail

Empresa

Digite o código ao lado

código captcha

Comentário (máximo 600 caracteres) | Restam: