Notícias do Sindimoc

G1: Temer é vaiado no Rio após falar sobre melhoras na economia do país

Curitiba, 09 de agosto de 2017 | 16h04

Imprimir   Enviar por e-mail

Segundo o site do G1, o presidente Michel Temer foi vaiado e ouviu gritos de "Fora Temer", na manhã desta quarta-feira (9), enquanto fazia seu pronunciamento na solenidade de abertura da 36ª edição do Encontro Nacional de Comércio Exterior, no Centro do Rio de Janeiro.

Alguns espectadores levantaram placas com os dizeres "Fora Temer" e "Eleições gerais", sendo seguido por outros na plateia. Segundo a reportagem, uma das vaias partiu de Wenny Campos, de 22 anos, que cursa Relações Internacionais e não sabia da participação do presidente no encontro de comércio exterior.

"Não apoio o governo dele. É difícil falar de uma só medida que discordo. São as PECs, as reformas (trabalhista e da previdência). Não considero seu governo legítimo. Além do escândalo dele com a JBS", disse em alusão a delação de Joesley Batista. 

A jovem Carolina Pires, de 27 anos, que também vaiou Temer, afirma: "Ele não ouve o que o povo diz, para ele tanto faz e tanto fez. Discordo principalmente da questão relacionada à reforma da previdência".

Aumento de imposto

Temer garantiu que não haverá aumento das alíquotas do Imposto de Renda e também destacou que, ao assumir o governo, teve que fazer um choque de "transparência e racionalidade" e citou a aprovação da PEC do teto dos gastos.

Segundo ele, o país está retomando o crescimento, e o comércio exterior bateu um recorde histórico, com mais de R$ 40 bilhões de superávit. A aprovação das reformas também foi citada durante o pronunciamento. Segundo Temer, a tendência fácil de todo governante "é gastar".
 

Compartilhe esta notícia
   
 

Comente esta notícia

Nome

E-mail

Empresa

Digite o código ao lado

código captcha

Comentário (máximo 600 caracteres) | Restam: