Notícias do Sindimoc

Imagem

Sindimoc se une a outras categorias em ato nacional contra o fim da Aposentadoria

Curitiba, 22 de março de 2019 | 16h41

Imprimir   Enviar por e-mail

A diretoria do Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Curitiba e Região Metropolitana marcou presença nos protestos desta manhã (22) que tomaram conta de todo o país para dizer NÃO a proposta nefasta de reforma da Previdência, proposta pelo Governo Bolsonaro.

Trabalhadores de diversas categorias e as centrais sindicais de todo o país foram para as ruas de inúmeras cidades brasileiras nesta sexta-feira em protesto contra a Reforma da Previdência que acaba com os direitos assegurados pela Constituição brasileira. Aqui em Curitiba, o protesto iniciou com uma caminhada pelo centro da capital em direção a Praça Santos Andrade e contou com a preseça de 5 mil trabalhadores. 

A proposta de "nova previdência" prevê o fim da aposentadoria por tempo de contribuição e o aumento da idade mínima tanto para homens quanto para mulheres. Além disso, toda a proposta é justificada pela existência de um suposto déficit na Previdência que, na verdade, corresponde a bilhões de reais que os empregadores sonegam do sistema previdênciário. Calcula-se que a apropriação indébita do dinheiro que a empresa deveria estar contribuindo para o sistema soma mais de 85 bilhões de reais. Além de inseções e falcatruas por parte dos patrões. 

Como se já não bastasse, o Benefício de Prestação Continuada (BPC), que hoje consiste em uma renda de um salário-mínimo para idosos e deficientes que não possam se manter e não possam ser mantidos por suas famílias, será reduzido para menos da metade de um salário-mínimo, ficando em cerca de R$ 400,00. Sem falar na redução do valor da pensão por morte em 50%, nos anos a mais que o trabalhador terá que permanecer na ativa por conta das regras de transição, no fim da obrigação de correção anual nos benefícios de aposentadoria e pensões, que eram garantidos na Constituição, dentre outros absurdos. 

Em entrevista a Banda B, o Presidente do Sindimoc, Anderson Teixeira, defendeu a mobilização e criticou a proposta: "É uma mobilização de todas as Centrais, de nível nacional, várias cidades envolvidas nesse protesto do dia de hoje. Na verdade, o que queremos é discutir a reforma da Previdência, o objetivo da Força Sindical é participar desse processo, se há necessidade de se fazer uma reforma, que os trabalhadores também tenham a oportunidade de discutir e conversar sobre isso. Até agora, a maior dificuldade está vindo para o povo, que vai pagar essa conta. Então, ele precisa entender e participar desse processo”. 

O ato foi o primeiro de vários que a Força Sindical está programando em defesa dos direitos dos trabalhadores e contra essa proposta de reforma. Confira algumas fotos do protesto: 

Galeria de imagens da notícia

Compartilhe esta notícia
   
 

Comente esta notícia

Nome

E-mail

Empresa

Digite o código ao lado

código captcha

Comentário (máximo 600 caracteres) | Restam: