Notícias do Sindimoc

Imagem

Sem salário motoristas e cobradores podem entrar em nova greve nessa terça-feira

Curitiba, 07 de dezembro de 2015 | 11h23

Imprimir   Enviar por e-mail

 
Essa segunda-feira (7) é dia de pagamento salarial de motoristas e cobradores de Curitiba e Região Metropolitana, e mais uma vez, empresas do transporte coletivo deixam para a última hora pagamento dos trabalhadores. Até o início da manhã, apenas 11 empresas haviam pago salários a motoristas e cobradores, das 28 que operam o sistema em Curitiba e Região. Nas empresas em que pagamento não ocorrer até meia-noite haverá greve a partir dessa terça feira (8).
 
O Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Curitiba e Região Metropolitana (SINDIMOC) solicitou à Justiça do Trabalho o bloqueio de bens e multa no valor de R$ 1 milhão às empresas que atrasarem novamente pagamentos, revertida aos trabalhadores. Às 14h30 acontece audiência no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) com representantes de empresários e trabalhadores para tratar sobre o assunto.
O presidente do Sindimoc, Anderson Teixeira, afirma que a postura dos trabalhadores vai se manter no sentido de evitar ao máximo a greve, mas de não permitir que o descaso com os pagamentos salariais que se arrasta há meses continue. “Não conseguimos entender porque sempre deixam para pagar os trabalhadores após abrirmos o indicativo ou iniciarmos a greve. Nenhum trabalhador deveria ter que entrar em greve para garantir seu salário em dia”, destaca o presidente. 
 
Apenas as empresas Expresso Azul Filial, Leblon, Nobel, Castelo Branco, Viação do Sul, Graciosa, Piraquara, Tindiquera, Marumbi, Santo Antonio e São Braz já realizaram pagamentos. 
 
Compartilhe esta notícia
   
 

Comente esta notícia

Nome

E-mail

Empresa

Digite o código ao lado

código captcha

Comentário (máximo 600 caracteres) | Restam: